fbpx

A Amorim Top Series foi premiada como Fornecedor Sustentável do Ano nos Luxury Packaging Awards 2020 pela utilização na garrafa de bourbon da Sweetens Cove.

A distinção foi realizada porque a Amorim Top Series tem uma clara ambição ambiental com objetivos e um plano de ação específico.

Amorim Top Series SweetensCove

O setor mundial de alimentos e bebidas é uma das principais fontes de emissões de carbono do mundo, e espera-se que os rótulos de carbono se tornem comuns no negócio de vinhos e bebidas espirituosas.

As rolhas capsuladas da “Amorim Top Series” têm um balanço de carbono negativo calculado de forma independente, oferecendo resultados e informação detalhada sobre o desempenho ambiental e de CO2 dos seus produtos.

Os produtores de bebidas espirituosas podem, assim, mitigar as emissões de carbono de outros vetores da sua cadeia de valor, como garrafas de vidro.

As florestas de cortiça constituem focos vitais para a biodiversidade, a cortiça é colhida sem danificar a árvore, sendo que 100% de toda a cortiça extraída é utilizada e a cortiça é 100% sustentável, reciclável e renovável.

Esses fatores desempenham um papel fundamental para garantir o balanço de carbono negativo significativo das rolhas de ATS. Os resultados são ainda alavancados pelas rolhas de cortiça natural com cápsula de madeira e a rolha capsulada Re-Cork, feita a partir de novos polímeros de base biológica que derivam exclusivamente de fontes renováveis ​​e/ou biodegradáveis ​​e são 100% sustentáveis, biodegradáveis e compostáveis.

“O consumidor está cada vez mais consciente da necessidade urgente de descarbonizar os produtos que consome”, afirmou Hugo Mesquita, diretor de vendas e marketing da ATS. “Os principais atores no mundo das bebidas espirituosas, bem como produtores de artesanato, estão a assumir um grande compromisso para reduzir a sua pegada de carbono. Estamos muito satisfeitos que esses estudos independentes tenham demonstrado que os nossos produtos podem dar um grande contributo para esse objetivo. Estamos a viver um momento-chave onde cada pequeno passo na luta contra o aquecimento global é importante”.


Uma série de estudos recentes realizados de forma independente pela EY fornecem dados importantes sobre os níveis de sequestro de carbono de diferentes rolhas “Amorim Top Series”, quando se considera o sequestro de carbono do montado de sobro e as emissões associadas à produção do produto:

- uma rolha natural Top Series com cápsula de madeira para espirituosos: até -96g CO2eq;

- uma rolha neutrotop Top Series com cápsula de madeira para espirituosos: até -148g CO2eq;

- uma rolha natural Top Series com cápsula em plástico para espirituosos: até -87g CO2eq; e

- uma rolha neutrotop Top Series com cápsula em plástico para espirituosos: até -138g CO2eq.


Todas as rolhas apresentam balanço de carbono negativo, quando se considera o sequestro de carbono do montado de sobro e as emissões associadas à produção do produto.

Metodologia de Pesquisa

Levados a cabo entre 2018 e 2020, os estudos conduzidos pela EY debruçaram-se sobre as diferentes etapas do ciclo de vida numa abordagem cradle to gate, nomeadamente: atividades florestais; preparação de cortiça, incluindo o transporte da floresta; produção; acabamento e embalagem. Tendo como objetivo a comparação com abordagens de estudos anteriores, também foi incluída a distribuição do produto de Portugal para o Reino Unido. A avaliação incluiu ainda informações adicionais sobre o sequestro de carbono da floresta de sobreiro.

A metodologia dos estudos teve por base as normas ISO 14040/44 (ISO, 2006), complementadas com as diretrizes do International Reference Life Cycle Data System (ILCD) Handbook - General Guide for Life Cycle Assessment - Detailed guidance (EC-JRC, 2010), e foi alinhada também com a Product Environmental Category Rules (PEFCR) para os vinhos tranquilos e espumantes, emitida pela Comissão Europeia em 2018.

Os dados associados à produção foram fornecidos pela Corticeira Amorim, enquanto os processos gerais de produção associados à produção matérias-primas, energia, transporte e gestão de resíduos foram obtidos na base de dados ecoinvent 3.5 (Werner, et al., 2016). A avaliação foi focada numa unidade funcional de 1000 rolhas.

Para conhecer os outros premiados, clique aqui.