fbpx

A DECO Proteste está a lançar a ação #ExijoForaDaCaixa, para pressionar as marcas a eliminar as embalagens que lhes parecem desnecessárias, em prol de uma redução do consumo de recursos e da defesa do ambiente.

A entidade de Defesa do Consumidor refere que produtos como latas de conserva, legumes ou pasta de dentes, não necessitam de uma segunda embalagem e é por isso que convida os portugueses a aderirem à iniciativa.

exijoforadacaixa

A DECO Proteste foi às compras e adquiriu um cabaz com produtos das principais categorias compradas. Se todas as famílias portuguesas o comprarem pelo menos uma vez, acumulam 1050 toneladas de embalagens desnecessárias – lixo que equivale ao peso de 175 elefantes, referindo ainda que 86% destas embalagens são em papel ou cartão.

A DECO PROTESTE considera que a redução das embalagens poderá permitir a diminuição de custos do produto, desde a origem até à venda, através da otimização do transporte e do armazenamento, que se poderão refletir numa descida de preço para o consumidor final.

Elsa Agante, Team Leader de Energia e Sustentabilidade da DECO PROTESTE, afirma que “existem muitos produtos em que as segundas embalagens são completamente desnecessárias porque na verdade não são essenciais ao nível da preservação ou proteção dos produtos, e exigem o consumo de mais recursos naturais e de energia na produção, transporte e distribuição, acabando por serem descartados, muitas vezes, mal chegamos a casa”.

Elsa Agante explica que é possível “reduzir os impactos ambientais associados aos produtos que compramos, se trabalharmos junto das marcas para que estas abandonem esta prática, e com o governo para que o regule. Será também importante relembrar as marcas que as embalagens excessivamente grandes, que apenas servem para questões de marketing, devem ser abandonadas porque aumentam o impacto ambiental dos produtos.”.

A ação exijoforadacaixa.pt possibilita a partilha de exemplos de sobre embalamento por parte dos consumidores feita através carregamento de fotografias dos produtos em causa.

A otimização da rotulagem, a opção por multipacks, a eliminação de embalagens secundárias e a escolha de um único material para a embalagem, facilitando a reciclagem, são algumas das propostas da DECO para que as marcas optem por uma produção e comercialização mais sustentável.